Restaurante em Porto Velho oferece aos clientes redes para tirar uma soneca após o almoço

 Restaurante em Porto Velho oferece aos clientes redes para tirar uma soneca após o almoço

Porto Velho, RO - Quem nunca sentiu vontade de dormir após o almoço? E com a vida estressante, diária, que levamos fica cada vez mais difícil de tirar um cochilo após as refeições. Porém, em Porto Velho (RO) um restaurante vem ganhando destaque não somente pela comida saborosa que serve aos clientes, mas por disponibilizar redes para descansar após os banquetes.

A ideia é da cozinheira e administradora Zenilda Souza, 53 anos, que também é carinhosamente conhecida por Zezé. A paraense que vive há mais de 25 anos em Rondônia, recebeu a equipe do News Rondônia em seu empreendimento para mostrar que a crise econômica que o país atravessa vem forçando os empreendedores a serem ousados e atentos aos pedidos da clientela.

A rotina da Zezé começa bem cedo, por volta das 6 da manhã onde segue até a feira do bairro para comprar alimentos frescos usados nos pratos do restaurante. Sua especialidade é a comida nordestina. Duas pessoas prestam auxílio na cozinha que funciona de segunda a sábado.


(Esq.) Ilally Pinheiro, Zezé Souza (Dona Restaurante), Elilson Lima e Andrezah Silva logo após o almoço

“Nosso cardápio é bem variado. Servimos comida caseira típica do nordeste sempre na quinta e sexta-feira. No sábado temos a tradicional feijoada e um som ao vivo. Nos outros dias da semana são comidas da culinária regional. Os valores são entre R$ 15 a R$ 25 reais”, comentou.

E a ideia de oferecer um cantinho e redes aos clientes? Ela conta que partiu de uma conversa com o seu tio. A trajetória de cozinheira e a observação do comportamento dos frequentadores após as refeições também contribuíram para disponibilizar tal serviço.

“Nos restaurantes que já possuí sempre tive pessoas muito atarefadas. Elas sentiam a necessidade de dormir um pouco após o almoço. Só que isso ficava difícil porque elas moravam longe de casa ou o tempo de intervalo no serviço não permitia. Ao conversar com o meu tio e ver o comportamento das pessoas, reclamação dos clientes eu pensei em colocar redes pelo restaurante.

No meu antigo local, o espaço não permitia. Daí, vim para esse e dividi em refeitório e um quarto e varanda só para eles, que usam também para dormir. O resultado foi magnifico”, explicou.

Elas sempre vivem ocupadas, mesmo assim é possível contemplar todos os clientes que por lá chegam. As redes são frequentemente trocadas e higienizadas. Não é permitido comer dentro delas. “A gente percebeu que o número de clientes mais que dobrou por conta disso. Muita gente vem pra cá para almoçar, é claro, e também tirar um cochilo”, ressaltou.

“Aqui a gente se sente em casa. Come bem, pois é barato e aproveita para dormir nas redes grandes, cheirosas além do tratamento que a gente tem dela. Eu tô por aqui sempre que posso, recomendo”, disse o advogado Roberto Silva.

Dona Zenilda conclui essa reportagem oferecendo um “prato recheado de bons conselhos”, totalmente de graça, aos empreendedores que estão sofrendo com a crise e não enxergam uma alternativa de lucrar.

“O segredo do sucesso é tratar bem as pessoas, nossos clientes. É importante tê-los como amigos, como alguém que faz parte da família. Além disso, tentar ouvir as críticas e transformar aquilo em benefícios para eles é bom. Observar o comportamento das pessoas e ter ousadia para inventar ou reinventar é também muito importante. Feito tudo isso a gente pode deitar na rede e ver o nosso sucesso, nunca parar e dormir”, concluiu Zezé. 

Neste sábado tem feijoada com música sertaneja ao vivo com o cantor Elilson Lima.