Após denúncia de advogado vereadores reduzem verba de gabinete para R$ 36 mil, verba indenizatória R$ 15 mil e 10 assessores 

Após denúncia de advogado vereadores reduzem verba de gabinete para R$ 36 mil, verba indenizatória R$ 15 mil e 10 assessores 

Porto Velho, RO – Os vereadores de Porto Velho depois da polêmica que foi levantada pelo advogado Caetano Neto em que questionou e nominou o gasto dos edis, onde alguns já gastaram mais de R$ 60 mil no ano de 2019, com verba indenizatória, reduziram os gastos.

A denuncia foi na última sexta-feira no programa Rota Policial e a redução aconteceu nesta segunda-feira, onde foram reduzidos 44 assessores tendo o corte de 2 em cada gabinete, os gastos que eram de R$ 40 mil, foi reduzido para R$ 36 mil e a famosa Verba Indenizatória que era de R$ 18 mil, caiu para R$ 15 MIL.

Uma votação teve o voto de 20 vereadores e uma ausência do vereador Márcio Oliveira (MDB). E a outra com 18 votos favoráveis e 3 ausências de plenário sendo de Márcio Oliveira (MDB), Júnior Cavalcante (PHS) de plenário.

VÍDEO VERBA INDENIZATÓRIA


VÍDEO VERBA DE GABINETE

Como votou os vereadores no projeto que reduz verba indenizatória:
01-Zequinha Araújo (MDB) - SIM
02-Professor Aleks Palitot (PTB) - SIM
03-Ellis Regina (PCdoB) - SIM
04-Pastor Edésio Fernandes (PRB) - SIM
05-Joelna Holder (MDB) - SIM
06-Edwilson Negreiros (PSB) - SIM
07-Márcio Oliveira (MDB) - AUSENTE
08-Alan Queiroz (PSDB) - SIM
09-Cristiane Lopes (PP) - SIM
10-Mauricio  Carvalho (PSDB) - SIM
11-Luan da TV (PP) - SIM
12-Tiãozinho do Bandeirantes (PTB) - SIM
13-Márcio Miranda (DC) - SIM
14-Ada Dantas (PMN) - SIM
15-Da Silva (PSB) - SIM
16-Jurandir Bengala (PR) - SIM
17-Márcio do SITETUPERON (PSB) - SIM
18-Pastor Sandro (PSB) - SIM
19-Marcelo Reis (PSD) - SIM
20-Júnior Cavalcante (PHS) - SIM
21-Jacaré (DC) – SIM - SIM