Deputado tenta votar contra aumento salarial de secretários estaduais, mas é impedido pela Mesa Diretora da ALE; Vídeo

Deputado tenta votar contra aumento salarial de secretários estaduais, mas é impedido pela Mesa Diretora da ALE; Vídeo

Porto Velho, RO - Em apenas 18 segundos, deputados fixam o salário dos secretários em R$ 25.322,25. A justificativa para o reajuste: "Dessa forma, estamos propondo que seja revisto os valores (sic) atualmente pagos como subsidio dos Secretários de Estado. Pois a persistir os valores atuais, corremos o risco de haver desinteresse por parte daqueles que ocupam tais pastas, diante de tanta responsabilidade e exigências, sem que haja uma compensação adequada".

Foi uma votação rápida, que levou pouco mais de um minuto, e, exceto o deputado Hermínio Coelho, que chegou atrasado, nenhum dos parlamentares presentes discutiu o projeto.

Quando Hermínio tentou votar - contra -, já era tarde. Ele ainda tentou discutir a matéria, mas a Mesa Diretora, presidida pelo deputado Edson Martins, fez o possível para impedi-lo.

Chama atenção no projeto a justificativa dada pela Assembleia para reajustar o salário dos secretários: "Dessa forma, estamos propondo que seja revisto os valores atualmente pagos como subsidio dos Secretários de Estado. Pois a persistir os valores atuais, corremos o risco de haver desinteresse por parte daqueles que ocupam tais pastas, diante de tanta responsabilidade e exigências, sem que haja uma compensação adequada".