Eletrobras retira quase 130 refletores instalados irregularmente em postes de Ariquemes, RO

Eletrobras retira quase 130 refletores instalados irregularmente em postes de Ariquemes, RO

Porto Velho, RO - Com o objetivo de realçar a fachada do comércio durante a noite, alguns comerciantes instalam refletores nos postes da rede elétrica que passam na frente dos estabelecimentos. No entanto, a prática é irregular, segundo a Eletrobras Distribuição Rondônia, quando o consumo não é medido e o uso do poste não é regulamentado junto à companhia.

De acordo com a empresa de energia, apenas em 2017 foram 128 refletores retirados após a fiscalização em avenidas como JK, Tancredo Neves e Canaã, na região central da cidade.

Além de empresas, moradores recorrem a prática para corrigir problemas de iluminação pública na rua onde moram, instalando luminárias nos postes residenciais sem que o consumo passe pelo medidor.

O gerente da Eletrobrás Distribuição Rondônia para a região de Ariquemes, Thiago Ribeiro, explica que nesses casos, a equipe de fiscalização retira o equipamento e entrega ao comerciante ou morador, mediante assinatura de notificação.

"Nós passamos e retiramos essas luminárias porque estavam usando a energia da nossa rede direta, que é uma ligação irregular, e usando nosso poste pra iluminar a fachada deles. Para utilizar o nosso poste existe uma questão que chama uso mútuo. Tem que pagar pra usar, mas eles não tinham autorização para usar o poste nem a energia", explica.

Thiago lembra que em caso de reincidência, onde o morador ou comerciante recoloca o refletor de maneira irregular, o equipamento é entregue na delegacia e um boletim de ocorrência é registrado pela companhia.

Ainda de acordo com o gerente, caso o morador considere que há deficiência na iluminação pública, ele deve entrar em contato com a Secretaria Municipal de Obras (Semosp), que é a responsável por esse serviço. O telefone da Semosp é 3516-2058. Para fazer o uso do poste e da energia de maneira regular, o cliente deve procurar uma loja da Eletrobrás.