Em coletiva à imprensa prefeito Hildon Chaves diz que está ‘triste com tudo isso’; Vice está afastado da prefeitura e até das secretarias

Em coletiva à imprensa prefeito Hildon Chaves diz que está ‘triste com tudo isso’; Vice está afastado da prefeitura e até das secretarias

Porto Velho, RO – Em uma coletiva à imprensa da capital o prefeito Hildon Chaves (PSDB), começou lendo um discurso preparado por sua assessoria, cercado por secretários e assessores e logo após respondeu algumas perguntas da imprensa.

Segundo o prefeito o vice-prefeito Edgar do Boi (PSDC) vem atuando dentro da administração, mas sem ser nomeado, mas a partir de agora vai se afastar 100% do convívio do gabinete e das secretarias.

Hildon Chaves informou aos jornalistas que pediu para o vice-prefeito se afastar da prefeitura e ele atendeu, pois não pode lhe afastar do cargo, o Edgar do Boi também vai se afastar  inclusive de seu gabinete na prefeitura.

O prefeito acabou levando um puxão de orelha do jornalista Gessi Taborda que disse que o prefeito Hildon Chaves está valorizando demais este assunto.

O prefeito afirmou que independente da presença do vice Edgar do Boi, vamos ele vai continuar trabalhando em prol de Porto Velho.

Questionado se sentia traído pelo Edgar do Boi o prefeito respondeu que conhece ele há vinte anos, durante estes vinte anos nunca visitei a casa dele, quanto ao fato de eu se sentir traído, eu digo que não. “Mas estou triste, com tudo isso”, disse.

Segundo o prefeito se eu precisar se ausentar, quem assume o cargo de prefeito é o presidente da Câmara de vereadores de Porto Velho, vereador Maurício Carvalho (PSDB).

Questionado quanto ao relacionamento com o partido PSDC, disse que o partido tem dois vereadores e o relacionamento permanece o mesmo. Eu acredito que o vice-prefeito Edgar do Boi, deve se afastar da presidência do PSDC.

CRISE
Questionado como vai terminar esta crise o prefeito do PSDB, disse: “Estou super preocupado com o resultado, e aonde vai terminar esta crise.

RICOS
Se criou a cultura que só quem tem dinheiro pode ser candidato, o povo não tem o hábito de doar. “Só quem tem dinheiro, pode ser candidato, isso é democracia? Questionou o prefeito que é um dos mais ricos do Brasil e segundo dados do TSE, bancou a maior parte de sua campanha nas eleições 2016.

CONVERSA
“Ainda não tive oportunidade de falar mais profundamente sobre esse caso de propina ao vice-prefeito Edgar do Boi (PSDB)”, afirmou.

Comente esta Notícia