Em Vilhena, Polícia Militar flagra mulher com crack, leva sete pessoas para a Unisp e fecha a “Boca do Marcinho”

Em Vilhena, Polícia Militar flagra mulher com crack, leva sete pessoas para a Unisp e fecha a “Boca do Marcinho”

Porto Velho, RO - Na tarde de quarta-feira, 04, a Polícia Militar prendeu um homem de 40 anos, por tráfico de entorpecentes, e conduziu outros sete usuários de drogas à Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp). O caso aconteceu no Setor 19, em Vilhena.

O local, conhecido como “Boca do Marcinho”, já era monitorado pelo Núcleo de Inteligência da Polícia Militar. Mas, na quarta-feira, a polícia abordou uma mulher quando ela saía da casa, após ter sido atendida, do portão, pelo morador, Márcio Cândido da Silva, que já é conhecido da PM por fazer parte de uma facção criminosa.

Quando foi feita a revista pessoal, dentro do sutiã da mulher estava uma pedra de crack, que ela confessou ter comprado no local monitorado, pelo valor de 10 reais, e que Márcio foi quem havia lhe atendido.

Com o flagrante, os policiais entraram na casa, mas Márcio fugiu para um banheiro nos fundos da residência. A suspeita é que lá ele tenha dispensado as drogas, porque no local só foram encontradas embalagens para guardar droga e R$ 253.

Durante a ação da polícia no local, outros usuários chegaram, com pequenas quantias em dinheiro. Na casa também foram encontradas duas motocicletas cuja origem que Márcio não soube explicar, e nem tinha os documentos dos veículos. Por isso, elas foram encaminhadas à Unisp. Cinco aparelhos celulares também foram encontrados, sendo que em um deles havia fotos de armas de fogo.

Além de Márcio, outras sete pessoas também foram levadas para a Delegacia de Polícia Civil,

Pesca Esportiva