Ex-secretário da Semed é liberado de prisão temporária, em Porto Velho

Ex-secretário da Semed é liberado de prisão temporária, em Porto Velho

Porto Velho, RO - Justiça Federal revogou a prisão temporária e determinou a soltura do ex-secretário da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Marcos Aurélio Marques, na noite de quarta-feira (6). O investigado já foi liberado do presídio provisório de Porto Velho, conhecido como Pandinha, localizado na Zona Rural da capital. Ele foi exonerado da Semed, no mesmo dia que foi preso. Outros cinco suspeitos devem ser liberados ainda nesta quinta-feira (7), quando vence o prazo da prorrogação das prisões temporárias.

Na decisão, o juiz federal substituto Nelson Liu Pitanga, sustenta que solicitou informações à Polícia Federal e que não foi acrescentado aos autos nenhuma informação que comprovasse a necessidade de manutenção da prisão do ex-secretário.

O ex-secretário da Semed está entre os detidos durante a Operação Ciranda, deflagrada pela Polícia Federal (PF) no dia 29 de maio, que investiga um grupo suspeito de fraudar licitações no transporte escolar fluvial em Porto Velho, e de desviar recursos do Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate).

De acordo com a defesa de Marcos Aurélio, não há nenhuma prova de atos Ilícitos praticados pelo ex-secretário.

A defesa do ex-secretário adjunto da Semed, Erivaldo de Souza, outro preso temporariamente na Operação Ciranda, também nega as acusações. Ao G1, o advogado de Erivaldo informou que encaminhou o pedido de revogação da prisão à Justiça Federal.

De acordo com a Polícia Federal, dentre os 10 presos durante a Operação Ciranda, dois já foram postos em liberdade, três tiveram a medida convertida em prisão domiciliar e as outras cinco pessoas devem ser liberadas ainda nesta quinta-feira (7). A Polícia Federal também informou que não vai pedir a conversão em prisão preventiva.

Os prejuízos causados pela organização criminosa aos cofres públicos passam de R$ 20 milhões.Consultados, a prefeitura de Porto Velho garantiu que o transporte escolar fluvial não será afetado com a prisão dos dois ex-secretários. Uma pessoa foi direcionada para cuidar dos transporte dos alunos.