Garoto de 14 anos é morto a pedradas por outro adolescente

Garoto de 14 anos é morto a pedradas por outro adolescente

O assassinato do adolescente Gabryel Bezerra Pereira, 14 anos, tem mobilizado a população de Santa Maria, que está chocada com a brutalidade do crime. Na última quinta-feira (5/7), o garoto foi a uma festa na QR 116 e acabou morto a pedradas no momento em que deixava o evento. O suspeito, segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), é outro adolecente, de 13 anos. 

Segundo a ocorrência registrada, um policial da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria) foi informado, por volta das 4h30 daquele dia, de que o corpo de Gabriel tinha sido encontrado na rua. Após chegar ao local, o policial ouviu relatos de testemunhas e chegou até a casa do suspeito, que confessou ser o autor.

O menor foi, então, encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e, em seguida, para o Núcleo de Atendimento Integrado (DF), onde aguarda decisão da Vara da Infância e da Juventude.

Câmeras de segurança de uma farmácia próxima captaram o momento em que Gabryel foi apedrejado, mas devido à grande violência das cenas o Correio decidiu não divulgar as imagens. 

"Deus me ajude", pede mãe 

Gabryel foi velado dois dias após a tragédia. A morte comoveu a população, que prepara uma passeata pedindo paz e mais segurança para o próximo domingo (15/7). A mãe do adolescente morto, Danielle, se manifestou nas redes sociais: "Mesmo que as pessoas me digam que devo superar a sua perda, nunca vou, porque perder você da forma que perdi não dá. O meu desejo de justiça é maior. Deus, me ajude. Permita que estas pessoas paguem por este crime. Não deixe impune".