Homem invade residência e tenta matar à tiros agente penitenciário e outras duas pessoas

Homem invade residência e tenta matar à tiros agente penitenciário e outras duas pessoas

O agente penitenciário Cristiano Rodrigues e Souza, 41 anos e seus amigos Flávio José da Cruz, 33 anos e Valmar Coelho do Nascimento, 44 anos, foram vítimas de disparos de arma de fogo na noite desta quinta-feira (09), em uma residência localizada na Rua 917 no bairro Cohabinha, município de Vilhena, interior do Estado de Rondônia.

De acordo com os policiais, eles receberam informações que no endereço citado haviam três pessoas baleadas e rapidamente a guarnição se deslocou para o local averiguar a denúncia e se depararam com o veículo Fiat Uno em alta velocidade já socorrendo as vítimas, onde os policiais fizeram Escolta do veículo até o pronto-socorro do Hospital Municipal para que as mesmas pudessem receber atendimento médico.

Segundo apurou os policiais, as vítimas foram convidados pelo proprietário da casa para pescar na beira de um lago e após a finalização da pescaria as vítimas ficaram sentadas na varanda da residência enquanto a testemunha entrou para poder fazer café, quando em dado momento uma motocicleta parou na frente do imóvel, o carona desceu com capacete na cabeça e com uma arma em punho atirou em Cristiano que é agente penitenciário e foi alvejado com dois tiros, a vítima ainda tentou reação de sacar sua arma, porém não conseguiu, em ato contínuo o suspeito atirou em seus amigos sendo que cada um foi atingido com dois tiros, em seguida o criminoso fugiu do local tomando destino ignorado.

Pelo fato das vítimas estarem em estado grave, elas foram encaminhadas para o centro cirúrgico para serem operadas. Enquanto os policiais estavam fazendo o registro da ocorrência de tentativa de homicídio, receberem uma nova ligação anônima dando conta que quem teria tirado nas vítimas seria um homem identificado apenas pelo nome de “Marcelo” que é entregador de lanches. O caso será investigado pela Polícia Civil para saber a real motivação do crime.