Idosa é deixada por familiares na porta de abrigo durante á noite - vídeo

Idosa é deixada por familiares na porta de abrigo durante á noite - vídeo

Uma senhora de 63 anos de idade é vista em imagens de câmeras de monitoramento sendo deixada por um carro vermelho na porta do Lar dos Idosos Lions Clube do bairro Cedrinho, em Brusque. O fato tem causado indignação nas redes sociais após o vídeo ser publicado.


O caso foi registrado, conforme as imagens da câmera, às 23h47 de quarta-feira (11), quando um veículo de cor vermelha chega na frente do Lar, deixa a idosa e sai. A senhora vai até a porta em busca de atendimento.


Conforme contato feito pela reportagem junto ao Lar dos Idosos Lions Clube de Brusque, após funcionários presenciarem a idosa na frente do Lar, no final da noite, a polícia foi chamada. Não havia nenhum responsável pela mulher naquele momento. Os funcionários, assim que a viram, chamaram a polícia para verificar o caso, e a idosa recebeu cuidados necessários.


Conforme o subcomandante da Polícia Militar, Major Heintje Heerdt, a senhora foi levada até à Delegacia de Polícia Civil pela PM, mas não havia muito o que ser feito. 


Para não deixa-la desamparada, principalmente devido ao frio durante a madrugada, a PM a acolheu nas próprias dependências do 18° Batalhão de Polícia Militar. Ao amanhecer, ela foi levada para a Praça da Cidadania onde ficou aos cuidados de assistentes sociais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).


Família localizada


De acordo com o Secretário de Assistência Social e Habitação de Brusque, Deivis da Silva, inicialmente a mulher não se comunicava e apresentava timidez, mas aos poucos começou a conversar. “A gente conseguiu a informação de que ela é de Tijucas, achamos o cadastro dela e identificamos a família. 


Foi feito contato e agora a tarde os sobrinhos delas vieram busca-la e a levaram de volta”, explica o secretário. “Segundo a família a senhora sofre alguns problemas e eles não estariam mais dando conta de atender mais ela, e, em um primeiro momento, sem saber o que eles poderiam fazer, acharam que a forma melhor era trazer ela para Brusque e deixa-la no Lions, achando que o Lar iria abrir as portas, receber ela e está tudo certo”.


O secretário informou, ainda que, que foi mantido contato com o Creas de Tijucas e a informação é de que a senhora já recebeu outros atendimentos da Assistência Social daquele município e em outras ocasiões chegou a sair de casa. “Ela já é atendida por lá e agora foi levada de volta pela família. O atendimento não tem como ser aqui de Brusque, haja vista que ela tem domicílio em Tijucas”.


A equipe técnica do Creas orientou a família a procurar a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Tijucas para averiguar quais procedimentos adotar mediante a situação.