Janeiro Branco traz saúde mental para o centro do debate no 4º Batalhão de Polícia Militar em Cacoal

Janeiro Branco traz saúde mental para o centro do debate no 4º Batalhão de Polícia Militar em Cacoal

Porto Velho, RO - Com o objetivo de debater o adoecimento emocional, promovendo a saúde mental entre os policiais militares a serviço do 4º Batalhão de Polícia Militar, a Seção de Formação Sanitária promove, durante toda esta semana, uma série de bate-papos e rodas de conversas com os policiais no início dos turnos de serviço.

As ações fazem parte da campanha Janeiro Branco, que chama a atenção tanto para a saúde mental como para a prevenção do adoecimento, colocando o tema em máxima evidência.

“Janeiro foi escolhido para o debate, por ser um mês difícil para muitas pessoas, por ser o momento onde grande parte das pessoas faz um balanço do ano que passou e traçam metas para o ano que se inicia. Este momento de reflexão muitas vezes causa ansiedade e até mesmo angústia e depressão”, destaca a Sargento PM Carliane da Penha.

De acordo com a capitã PM Márcia Francisca da Costa do Nascimento, psicóloga da Formação Sanitária, as rodas de conversa tem como principal objetivo proporcionar um momento de reflexão sobre as diversas áreas da vida que são fundamentais para maior qualidade de vida e, consequentemente, fortalecimento da saúde mental. “Nesta segunda-feira (13) teve início as ações do Janeiro Branco, em prol da promoção da saúde mental de nossos policiais. Estamos abordando a importância do equilíbrio da vida, do autocuidado e os planejamentos para 2020”.

Neste primeiro dia de bate papo sobre saúde mental, o sargento PM Willian Simão de Lima foi um dos participantes e garante que a iniciativa faz a diferença. “A Polícia Militar vem de uma época deficiente no que diz respeito ao acompanhamento psicológico dos policiais, principalmente daqueles que trabalham diuturnamente no combate ao crime. Hoje, com o empenho da corporação no sentido de proporcionar momentos para reflexão, em especial à saúde mental, do policial antes dele estar empenhado nas ocorrências é muito importante, pois reflete no atendimento que ele prestará em prol da segurança pública”, destaca o Sargento Willian.

Conforme explicou a capitã PM Psic Márcia, todas as unidades do 4º Batalhão de Polícia Militar serão contempladas com as ações do Janeiro Branco, voltadas à saúde mental dos policiais militares. Mas o objetivo é estender as rodas de conversa para além do mês de janeiro, durante todo o ano, promovendo não só a interação entre os militares, mas debatendo sobre os mais diversos temas e assuntos, que acabam por refletir na atuação policial.