Mais uma vítima de ataque a bar em Queimados morre no RJ

Rio de Janeiro, RJ - Mais uma pessoa morreu vítima do ataque a um bar em Queimados, na Baixada Fluminense, neste domingo (8). A primeira vítima, Edésio Virgino, morreu logo após dar entrada no hospital e Mauricio dos Santos Jesus Nascimento teve a morte confirmada na manhã desta pela Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense.

A polícia do Rio acredita que uma possível disputa entre traficantes e milicianos de Queimados possa ser o motivo do ataque ao Bar Ramon. Segundo testemunhas, dois carros com vários bandidos passaram atirando em direção ao bar. A ação ainda deixou outras seis pessoas feridas.

Indignado com a violência, um amigo da vítima garantiu que ele era trabalhador. “Ele é trabalhador. Nunca fez nada a ninguém. Nunca, nunca. É por isso que está todo mundo comovido. Ele nunca fez nada, nada.”, disse amigo de Edésio Virgino, morto no ataque.

No fim da tarde, a PM encontrou um dos carros usados pelos criminosos a menos de um quilômetro do local do ataque ao bar, no bairro de Santa Isabel.

Amigo do homem que morreu na Baixada Fluminense garante que ele era trabalhador (Foto: Reprodução / Tv Globo)

Para moradores da região, a sensação de insegurança está presente em toda a Baixada Fluminense. “Infelizmente está assim na baixada toda. Não só Queimados, mas há um descaso do poder público no estado. ”

Para tentar identificar os criminosos, a polícia busca imagens de câmera de segurança de prédios e estabelecimentos próximos ao bar.