“Neurótica do 15” é denunciada por homicídio de vaqueiro

“Neurótica do 15” é denunciada por homicídio de vaqueiro

Porto Velho, RO - O juízo da 1ª Vara Criminal de Vilhena aceitou a denúncia do Ministério Público para processar e julgar a desocupada Stefhani de Mello Neves, 28 anos, que seria membro do PCC, conhecida por ´Neurótica do 15´ ou ´Penegueira´, acusada de encomendar o assassinato do vaqueiro Rogério da Silva Romero, 29 anos, na tarde do dia 16 de maio de 2019, no bairro Cristo Rei, naquele município. 

Segundo o MP, Neurótica do 15 se aproveitou de sua participação como membro da facção criminosa e induziu uma terceira pessoa, conhecida apenas por ´Coringa´ para assassinar a vítima, em plena via pública, com vários disparos de arma de fogo. O crime aconteceu logo após a vítima ir à casa da acusada e questioná-la sobre o possível furto de uma bicicleta. 

A vítima foi morta minutos depois de sair da casa de  ´Neurótica do 15´. Em depoimento à Polícia Civil, ´Neurótica do 15´ disse que ligou para o elemento Coringa para falar sobre a vítima que estava-a importunando com falsas acusações, mas em nenhum momento pediu que ela fosse eliminada. O julgamento ainda não está marcado. A acusada está sendo acusada por homicídio qualificado. 

Segundo a Polícia, a vítima trabalhava em uma fazenda da região e, no dia do crime, um domingo, ele estava de folga. Antes de ser morto, ele foi perseguido por cerca de 50 metros, até ser abatido a tiros de pistola 9 mm, por uma dupla que estava em uma motocicleta. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.