O Outro Lado do Paraíso: Clara se culpa por morte e ameaça desistir de vingança

O Outro Lado do Paraíso: Clara se culpa por morte e ameaça desistir de vingança

Depois de fazer Vinícius pagar por causa do que fez com ela no passado, e também por conta dos abusos que ele cometeu à Laura, ele será mandando para a prisão, mas acaba sendo morto por alguns presos.

Ao ficar sabendo da morte do pedófilo, Clara se sentirá culpada e pensará em desistir da vingança.

 

Clara procurará Mercedes, que até então sempre aconselhava a moça a desistir de sua vingança, mas a benzedeira irá mudar de opinião e deixará Clara surpresa.

“Eu… Eu me sinto culpada. Será que levei essa vingança longe demais? Devia parar agora?”, perguntará Clara. Patrick que também já falou diversas vezes para que Clara desista da vingança, dirá que ela pode parar a qualquer momento, mas Renato dirá que só falta Gustavo, deixando Sophia de lado, que na verdade é o alvo principal da mocinha.

Muito confusa, ela vai para Pedra Santa e Mercedes, ao ao vê-la, a receberá e lhe dá o primeiro consolo: “Senti durante todos esses dias um tremor, eu sabia que tava passando por momentos de muita emoção, Clara”.

Depois que Clara desabafar, Josafá diz que ele era safado e que a fez sofrer, e a neta contará que descobriu coisas sobre Laura e a ajudou a denunciá-lo. Renato, que estará com a mocinha, explica o que aconteceu, e dirá que na prisão condenados como ele não duram nem um dia.

Mercedes sentirá os interesses de Renato, e pede para falar a sós com Clara.

“Clara, quando cê falou dessa história de vingança, não gostei. Não gostei, não, vingança é uma palavra ruim”, começa Mercedes.

“Dona Mercedes, devo desistir? Estou errada?”, perguntará Clara.

E para surpresa de Clara, Mercedes mudará de opinião, e dirá:

“A gente divide a vida entre certo e errado, Clara. Aprendi assim. Agora, vejo que não é. A vida é como duas manchas de tinta diferentes que se misturam. Às vezes, o que é errado vira certo e o que é certo vira errado. Cê queria se vingar. Se vingou. Mas a enteada eu sei o que houve. Eu vi. Eu sei que depois dela, ele não parou e não ia parar até o fim da vida”, revelará a vidente.

Clara ficará chocada com o que ouvirá, e arregalará os olhos. Mercedes continuará…

“Clara, pense em quantas meninas cê salvou fortalecendo a decisão dessa moça, que denunciou o padrasto. Pense em quantas meninas ficaram livres desse homem. Tua vingança é realmente má? Ou cê salvou inocentes? perguntará a benzedeira.

Mercedes dirá também que agora Laura poderá descobrir o amor e que a vida tem dois lados, o escuro e o luminoso. E, mesmo que Clara tenha se vingado, ela trouxe a luz para muitas pessoas.

Clara se sente um pouco mais aliviada e Mercedes continua dizendo que a morte de Vinicius é exclusivamente culpa dele, pois ele escolheu seu caminho. Ela ainda dirá que não é Deus para julgar quem vive ou quem morre, mas que Vinicius cometeu crimes bárbaros e iria continuar cometendo outros. E ainda finalizará dizendo que crimes contra criança não tem perdão.

Clara se sentirá aliviada pela palavras de Mercedes, e deciderá continuar com sua vingança.

O que achou da atitude de Mercedes? Comente, deixe sua opinião!

“Esta é uma obra de ficção, e os resumos são fornecidos pela Rede Globo e repassado em diversas fontes na Web e estão sujeitos a alterações no roteiro”.