O prefeito deslumbrado e o vice atrapalhado *

O prefeito deslumbrado e o vice atrapalhado *

Porto Velho, RO -  O começo da administração do prefeito Hildon Chaves (PSDB) é “cambapé” – jogo rasteiro - entre os partidos PSDB x PSDC, de um lado o prefeito perdido igual cego em tiroteio e do outro lado o vice-prefeito dando as cartas, e na espreita os aliados vereadores dos dois partidos numa luta de bastidores bem longe da vista da população.

A exoneração do ex-secretário da SEMAD Hélio Fabrício de Faria Lima foi a gota dágua para apagar uma cortina de fumaça que os “que ganharam a eleição” precisavam para externar todo o descontentamento da ascensão meteórica do PSDC na administração da capital de Rondônia.

Enquanto o prefeito Hildon Chaves do PSDB, ainda deslumbrado com o cargo, procura desesperadamente aprender a administrar, deixou o jogo político para seu vice Edgar do Boi do PSDC.

O vice cabeleireiro e homem acostumado a lidar com a política como dirigente partidário sortudo – já elegeu vários deputados estaduais – mesmo com seu partido sendo um nanico, acabou se precipitando e armando o jogo para 2018, mirando a Câmara Federal para ele e Assembleia Legislativa – Márcio Miranda.

Aí foi o erro, pois no “esquecido” PSDB, tem à reeleição da ilustre deputada federal Mariana Carvalho e dois fortes pretensos candidatos a deputados estaduais os vereadores Alan Queiroz e Maurício Carvalho – irmão de Mariana - , ou seja o Boi começou muito afoito e seus planos estão sendo minados pelo aliados do PSDB.

Do outro lado novos aliados do prefeito prontos para ouvir o canto da sereia do prefeito Hildon Chaves e se ele pedir dar a jogada ou chute para escanteio do vice-prefeito que colocou o carro na frente dos bois.

Pois é população portovelhense, pelo visto, a política tem seus segredos de bastidores e os dosséis estão começando a circular, mas muitos vocês não ficarão sabendo o teor.

Então a bola está no meio do campo pronta para ser chutada, mas quem vai fazer o gol ninguém sabe, pois 2018 está ainda longe, pode ser que no final os dois lados PSDB x PSDC fiquem no empate, mas um coisa eu tenho certeza, os dois não tem como ganhar.

E viva a democracia e voto popular.

* Everaldo Fogaça é jornalista, empresário, ex-vereador e dirigente partidário.

Comente esta Notícia