PESQUISA DESSA TERÇA: EXPEDITO E MAURÃO VÃO AO SEGUNDO TURNO EMPATADOS TECNICAMENTE

PESQUISA DESSA TERÇA: EXPEDITO E MAURÃO VÃO AO SEGUNDO TURNO EMPATADOS TECNICAMENTE

A terceira pesquisa do instituto Real Time/Big Data, com números anunciados na noite desta terça-feira, apresentou como grande novidade um empate técnico entre Expedito Júnior (PSDB) e Maurão de Carvalho (MDB), num eventual segundo turno entre eles. Os dois candidatos estão com um pé e meio na reta final da disputa, caso os levantamentos estejam dentro da realidade. O Big Data  informa que (a pesquisa para o Governo e para o Senado foi realizada durante esse 2 de outubro e registrada no TRE sob o número 0788/2018), numa disputa eventual entre os dois, na reta final, Expedito teria 38 por cento dos votos, enquanto Maurão teria 35, ou seja, empate dentro da margem de erro. A ascensão do presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho, vem sendo detectada desde a última pesquisa do mesmo instituto, realizada há 10 dias atrás, quando ele saltou de 9 para 17 pontos, ficando em segundo lugar na corrida pelo Governo, na disputa do primeiro turno. Expedito  sempre liderou, começando com 29 pontos e agora oscilando para 27, igualmente dentro da margem de erro. Maurão repetiu os 17, agora. O prejuízo ao pedetista Acir Gurgacz é concreto. Foi causado por dúvidas de que  ele vá mesmo concorrer, porque ainda depende da Justiça Eleitoral. Isso, obviamente. afetou seriamente sua campanha. Ele já estava em terceiro na pesquisa de 22 de agosto. Manteve-se agora, mas com dois pontos a menos,  ficando com 12, cinco atrás de Maurão. Marcos Rocha, do PSL, continua na faixa de cinco pontos percentuais. Todos os demais ficaram muito distantes dos líderes e não têm chances de chegar lá. Se a eleição fosse hoje, Expedito e Maurão iriam disputar o segundo turno. Daí em diante, começaria uma eleição nova, numa reta final que pode ser sensacional, decidida voto a voto. Todos os números foram divulgados com exclusividade pela SICTV/Record,  no programa SIC News, há pouco tempo atrás.

 

Também se mantém acirrada a batalha pela segunda vaga ao Senado. E Fátima Cleide, ainda enrolada com o TSE, que até agora não liberou e nem impugnou sua candidatura, mas a colocou num limbo perante o eleitorado, despencou, saindo da segunda posição para a quinta. Confúcio Moura continua à frente na corrida senatorial, sempre oscilando entre 34 e 32 por cento. Foi esse último o percentual da pesquisa dessa terça. Em segundo, mantém-se Valdir Raupp, que em todas as pesquisas, fica entre 20 e 21 pontos. É ele que ainda corre riscos, porque tem quatro perseguidores, nessa ordem: Marcos Rogério (16 pontos); Carlos Magno (15) e Fátima (14). Jesualdo Pires vem muito próximo. Esses últimos cinco dias serão cruciais para todos os candidatos. Maurão crescerá? E Expedito, vai ampliar a diferença ou cair? Para o Senado, Raupp se manterá em segundo? Eita eleição que vai exigir um monte de remédios para cardíacos, até o último voto!

 

BOLSONARO GANHA COM 3 POR 1

Um vareio! Pelos números do Real Time/Big Data, Jair Bolsonaro tem praticamente o triplo de  intenção de votos do seu principal adversário em Rondônia. Ganha fácil, com 41 por cento, contra apenas 14 do petista Fernando Haddad, o segundo colocado. Os demais ficam lá embaixo. Ciro Gomes tem 7 por cento, na terceira posição. Alkmin e Marina não saem dos 5 pontos. Amoêdo tem apenas 2. Os demais, menos ainda. Na região norte, é provável que o candidato do PSL tem a maior vitória, proporcionalmente ao eleitorado, em relação a todos os demais estados. Há ainda 17 por cento dos eleitores que se dizem indecisos, mas mesmo que todos eles fossem para Haddad, ainda assim ele ficaria com 10 pontos a menos que o Capitão. Bolsonaro ganha em todas as regiões rondonienses, mas é nas cidades médias e pequenas que ele tem os maiores índices. Ganha fácil também em Porto Velho. Em nível nacional, Bolsonaro tem crescido e Haddad estancou.  

 

BIOMETRIA: 967 MIL ELEITORES A FIZERAM

Mais de três milhões de brasileiros não poderão votar nessas eleições, por não terem comparecido nos tribunais eleitorais para fazer a biometria. Em Rondônia contudo, o percentual dos que não votarão por esse motivo é muito pequeno. Dos 1 milhão e 75 mil eleitores cadastrados no Estado, por exemplo, 967 mil e 396 cumpriram a exigência. Esse número representa 82,28 por cento de todo o eleitorado. Em algumas pequenas cidades a biometria ainda não foi realizada, mas o será para a próxima eleição, quando a meta é ter toda a população apta a votar, com a biometria realizada. Em Porto Velho, por exemplo, dos 334.529 aptos a votar, 99,66 por cento realizaram a biometria e estão prontos para votar no domingo e no segundo turno, se houver. O segundo colégio eleitoral o Estado, Ji-Paraná, com 85.978 eleitores, tem 99,85 por cento dos eleitores aptos a votarem com biometria. O mesmo percentual, por coincidência, é da terceira cidade com maior número de eleitores, Ariquemes, que tem 66.844 eleitores aptos a irem ás seções eleitorais. Uma das curiosidades nestes números refere-se ao menor eleitorado do Estado. Na pequena Pimenteiras, apenas 1 eleitor não compareceu para o procedimento.  Vale do Paraíso, com apenas 1 por cento com biometria feita, é a cidade onde apenas 64 dos 6.418 eleitores estão com a biometria em dia. 

 

CASO ACIR AINDA PENDENTE

Até o fechamento dessa coluna, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não havia ainda anunciado nenhuma decisão sobre o caso que envolve o candidato Acir Gurgacz, do PDT, que comanda uma das maiores coligações de partidos no Estado. Até por volta das 20 horas, o processo não estava ainda oficializado na pauta do dia, embora tenha sido anunciado na segunda que ele seria julgado ainda nessa terça. Acir está concorrendo sub judice, depois de ter sido condenado pelo STF, num processo criminal, acusado de crime contra a economia nacional, coisa que ele nega peremptoriamente. A verdade é que o caso vinha se arrastando há anos no Judiciário, mas acabou sendo julgado depois que o processo eleitoral começou. Sem ter ainda qualquer certeza se poderá ou não concorrer, Acir chega a esse momento da campanha, a apenas cinco dias das urnas, enfrentando grandes prejuízos. Os números das pesquisas confirmam isso. Ele começou a trajetória como segundo colocado, mas com todo o noticiário envolvendo sua condenação, acabou sendo superado por Maurão de Carvalho e não conseguiu mais se recuperar. Ainda não se sabe qual será o seu destino. O TSE ainda não se pronunciou.  

 

PUNIÇÃO EXEMPLAR

A Justiça de Rondônia deu um exemplo claro, mais uma vez, de como é possível aplicar penas duras em criminosos contumazes e fazê-los pagar pelo que fizeram, sem desrespeitar o amplo direito de defesa, mas agindo em defesa das vitimas e da maioria da população. Um bandido covarde, acusado de roubar vários pertences de duas famílias na zona rural; mantê-las em cárcere privado, usar de violência física e psicológica contra elas, assediar sexualmente mulheres e ameaçar de mortes crianças e adultos com arma de fogo, inclusive praticando roleta russa contra menores, pegou 84 anos de cadeia. Todos os seus crimes merecem condenações cumulativas, o que, aliás, deveria ser feito em qualquer julgamento de facínoras deste tipo. Os crimes ocorreram em setembro de 2016, na área rural de Primavera de Rondônia, quando o bandido, com outros três asseclas, praticaram os atos de terror. Os outros conseguiram escapar, mas ele foi pego e exemplarmente punido. Tentou vários recursos para diminuir a pena, mas o TJ rondoniense não topou. Nem tudo está perdido!

 

A EFMM E O TRENZINHO

“Hoje, temos amor por esse patrimônio. Em breve, em pouco mais de 18 meses, teremos também orgulho”! As frases foram proferidas nesta terça, pelo prefeito Hildon Chaves, ao assinar  ordem de serviço para o início das obras de revitalização do Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré. Toda a reestruturação da área terá um custo aproximado de 30 milhões de reais, com recursos oriundos da Santo Antônio Energia. “Será um grande marco e um grande presente para toda a cidade de Porto Velho”, comemorou o Prefeito. Ele ainda deu uma boa notícia, com relação ao passeio de trem que encantava a cidade, há anos atrás: já estão sendo feitos estudos para a reativação da locomotiva para chegar pelo menos até a Igrejinha de Santo Antônio. O projeto inclui a construção de um paredão de pedras de contensão no local; um Calçadão na beira do rio e a implantação de bares e restaurantes, para incentivar o turismo. Porto Velho, com esse anúncio, ganhou um grande presente no dia do seu aniversário de 104 anos.

 

PALOCCI E SUAS DENÚNCIAS

Imagine-se um ex ministro do ex-presidente americano Barak Obama (para ficar em situação análoga) fazer uma delação premiada, dizendo que o então chefe do governo era o comandante geral de um enorme esquema de corrupção, nomeando parceiros para ajuda-lo a roubar; para desviar recursos públicos; para conseguir propina em 900 entre mil Medidas Provisórias aprovadas no seu governo. Só se imagine, claro, porque Barak Obama nunca faria algo assim. É um homem digno e que orgulha seu povo. Mas o questionamento vem a calhar porque todos sabemos o que aconteceria com uma denúncia deste tipo nos Estados Unidos ou em qualquer país decente deste Planeta, com quem fosse denunciado por tantos malfeitos. Antonio Palloci foi um super ministro  e um super amigo pessoal tanto do ex presidente Lula quanto da ex presidente Dilma. E está fazendo uma delação premiada que, em qualquer outro país sério, seria bombástica e abalaria a República. Não aqui. A corrupção chegou a tal ponto de aceitação, tanto na sociedade brasileira como um todo quanto em várias instituições, que a primeira coisa que se faz é tentar tapar o sol com a peneira. Há um esforço não para denunciar, processar e prender os bandidos, mas sim para desacreditar o denunciante. Desse jeito, Lula e Dilma serão ainda canonizados, enquanto Palocci será condenado pela eternidade. Uma vergonha!

PERGUNTINHA

 

Você acredita em pesquisas ou acha que os números que elas apresentam sobre as  disputas eleitorais em Rondônia e também no restante do Brasil, não retratam a realidade?