Preço do combustível tem queda de até 2,87% nos postos de Porto Velho

Preço do combustível tem queda de até 2,87% nos postos de Porto Velho

Porto Velho, RO - O preço médio do combustível, nos postos de Porto Velho, apresentou queda de até 2,87% no comparado de maio com abril deste ano, segundo divulgou o Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Rondônia (Unir), no último sábado (3).

A maior queda registrada foi no valor do litro do diesel, que fechou maio com preço médio de R$ 3,28, uma queda de 2,87% em relação a abril. No acumulado dos últimos doze meses, essa queda chegou a 3,26%. Se pesquisar bem, o consumidor pode encontrar variações de até R$ 0,38 no litro do diesel. O menor preço apontado pela Unir é R$ 3,07 e o maior é de R$ 3,45.

Também houve queda no valor médio da gasolina comum, 2,69%. O preço médio registrado é de R$ 3,73. No acumulado dos últimos doze meses, o preço do litro já diminuiu 1,73%.

De posto para posto, a variação no preço da gasolina chegou a 17,1%, o que, em valores reais, representa R$ 0,57 por litro, variando entre R$ 3,33 e R$ 3,90, segundo divulgado pelo PET.

A menor queda registrada foi para o etanol, cujo preço médio do litro encerrou o mês de maio em R$ 3,37, uma queda de 0,91% em comparação com o mês de abril. No acumulado dos últimos 12 meses, o preço do litro teve uma queda de 1,79%. A diferença no preço do etanol entre os postos de combustíveis chegou a 16,5%, cerca de R$ 0,51 por litro, variando entre R$ 3,09 e R$ 3,60.

Etanol ou gasolina

Ao final da pesquisa, o PET/Unir apresenta um cálculo de custo-benefício em relação ao uso da gasolina comum e do álcool. Segundo o levantamento, pelos preços médios, o valor do etanol corresponde a 90% do preço da gasolina comum. Nesse caso, o uso do etanol não é recomendado, a não ser que o custo-benefício seja abaixo de 70%. Então, aponta o PET/Unir, considerando o preço médio da gasolina comum, o litro do álcool deveria custar, no máximo, R$ 2,61.

A análise do PET/Unir é baseada nos dados disponíveis pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), que faz a pesquisa nos postos da cidade de Porto Velho.

Comente esta Notícia