Prédio do Relógio já está sob responsabilidade da prefeitura

Prédio do Relógio já está sob  responsabilidade da prefeitura

Porto Velho, RO - Um dos mais importantes patrimônios históricos de Porto Velho e de Rondônia agora está sob a responsabilidade da prefeitura da Capital. No final da tarde de sexta-feira (11), o prefeito dr Hildon Chaves e o superintendente do patrimônio da União, Israel Nogueira, assinaram o termo de cessão do “Prédio do Relógio” para o município.

“Nossa gestão está totalmente comprometida com o resgate de Porto Velho. Vamos transferir o gabinete do prefeito e toda sua estrutura para aquele prédio, o que significa estarmos no marco zero da cidade e do próprio Estado. Foi ali no complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré que tudo começou há mais de 100 anos”, disse dr Hildon.

O prefeito também se comprometeu em restaurar todo prédio e encontrar uma maneira de fazer o relógio funcionar novamente. “Isso também simboliza o início do nosso projeto de restauração do centro histórico da cidade, que se Deus quiser e com ajuda dos comerciantes e da população vamos levar a frente”, destacou.

O objetivo é restaurar toda região central de Porto Velho para que seja um ponto expressivo de visitação turística, para que a população que voltou a frequentar a Praça Madeira Mamoré passe também a contar com mais esse prédio após a sua revitalização. A medida ainda tem a intenção de contribuir para com a reurbanização, estética e valorização de toda parte histórica da capital rondoniense.

Dr Hildon explicou que o gabinete vai mudar para o prédio do relógio porque as instalações ali são maiores e vai proporcionar o atendimento a população com mais conforto e dignidade. O Palácio Tancredo Neves, onde atualmente funciona o gabinete do prefeito, será utilizado por uma das secretarias que estão em prédios alugados, o que vai gerar economia dos recursos públicos.

CUIDADO

Ismael Correia disse que a cessão de uso do prédio do relógio para o município se deve ao fato do prefeito ter apresentado projeto de revitalização, garantindo que vai cuidar daquele patrimônio histórico. “Ele quer revitalizar, dar mais harmonia, então entendemos que, quem tem a melhor condição e recursos para se alojar ali é o município. E vendo a boa intenção do prefeito, a vontade que ele tem de avançar e restaurar essa imagem histórica de Rondônia e de Porto Velho a gente tomou a decisão de fazer essa cessão para que ele possa ficar à disposição da administração pública municipal”, observou.

HISTÓRICO

De acordo com historiadores, o prédio do relógio, localizado na avenida Sete de Setembro com Farquar, de frente para o Rio Madeira, foi inaugurado no dia 15 de janeiro de 1950, pelo então governador Joaquim Araújo Lima e pelo diretor da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, Ananias Ferreira de Andrade. O projeto arquitetônico da obra foi elaborado pelo arquiteto Armando Costa, do Rio de Janeiro, que se inspirou no formato de uma locomotiva, fato que nunca foi alterado.

O prédio foi construído para ser a sede administrativa da Estrada de Ferro, mas depois que esta foi desativada, serviu para abrigar diversos órgãos públicos, inclusive o extinto Beron – Banco do Estado de Rondônia. Atualmente ele pertence a Superintendência do Patrimônio da União (SPU), que cedeu para uso pela prefeitura .

Comente esta Notícia