Projeto de P&D desenvolverá realidade virtual de Usina Hidrelétrica

Projeto de P&D desenvolverá realidade virtual de Usina Hidrelétrica
A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau (UHE Jirau), em parceria com a Fundação Aroeira e a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) está desenvolvendo um sistema de realidade virtual intitulado de “Gêmeo Digital” (PD-06631-0007/2018) no âmbito do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da empresa alinhado as diretrizes da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).
 
O projeto iniciou-se em maio de 2018 e terá duração de 3 anos. A equipe de pesquisadores do projeto tem realizado importantes ações, tais como: o 1º Workshop do “Desenvolvimento Experimental de Gêmeo Digital para Usinas Hidrelétricas, que proporcionou a interação e intercâmbio deste projeto com a comunidade científica, bem como a troca de informações entre os pesquisadores. As apresentações e discussões devem também gerar como resultado a definição dos temas das teses que o projeto deve produzir, nas modalidades mestrado, doutorado e pós-doutorado, além de incentivo a pesquisa por meio de bolsas de iniciação científica.
 
A proposta do projeto em estudo é permitir que manobras sejam exercitadas virtualmente no Gêmeo Digital, e os seus resultados e consequências sejam conhecidos antes da execução na planta física real, e também nos elementos externos que interagem e
influenciam o sistema. Desse modo, o projeto abrange a pesquisa contendo objetos digitais e virtuais muito poderosos e que podem ser usados para otimizar o mundo físico, melhorando significativamente o desempenho operacional. Além disso, será possível
aprimorar a operação de processos contínuos dos profissionais das Usinas, de forma imersiva e realística, proporcionando uma plataforma de investigação sistêmica, onde o resultado de troca de equipamentos, manobras, trocas de parâmetros, dentre outros e
terão seus efeitos conhecidos e estudados antes de serem implementados e/ou manobrados na planta real.
 
Dessa maneira, poderá proporcionar uma modernização tecnológica no aprendizado, constante, dos operadores em tempo real. “Hoje já existe uma prova teórica e exames físicos e psicológicos para a contratação. Queremos acrescentar o Gêmeo Digital na prova deles e inserir esta avaliação no processo de certificação dos operadores”, explica o Coordenador em Tempo Real da UHE Jirau, Filipe Ribeiro.
 
A inovação do projeto é que com o Gêmeo Digital, será possível copiar e reproduzir situações reais, simular possíveis problemas e criar soluções. Ao contrário de outros projetos de simulação para usinas hidrelétricas que são limitados aos cenários pré-estipulados.
De acordo com Filipe, a intenção é fazer um sistema que consiga copiar e reproduzir fielmente as condições da Usina. “Tudo que uma pessoa consegue fazer na realidade, ela vai conseguir fazer no Gêmeo Digital. Lá eu consigo provocar o erro e posso errar sem
riscos”, fala o Coordenador.