Servidores do Detran Rondônia participam de curso de Libras para melhor atender pessoas com deficiência auditiva

Detran-RO destaca a importância da Libras no processo de inclusão social

Porto Velho, RO - O Departamento Estadual de Trânsito Rondônia (Detran-RO) está oferecendo curso de formação em Língua Brasileira de Sinais (Libras) para 200 servidores. A primeira turma, composta por 100 colaboradores, inciou nesta segunda-feira (14) e as atividades serão oferecidas de forma remota, com aulas ao vivo pela plataforma Moodle.

O diretor geral do Detran Rondônia, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga, ressalta que a formação de servidores do órgão na Língua Brasileira de Sinais, vem ao encontro da Lei nº 13.146 de seis de julho de 2015, que determina que o Poder Público garanta às pessoas surdas ou com deficiência auditiva o seu efetivo e amplo atendimento, por meio do uso da difusão e da tradução e da interpretação de Libras – Língua Portuguesa.

“A legislação prevê que as instituições deverão dispor de no mínimo, cinco por cento dos colaboradores com capacitação básica em Libras, para facilitar a comunicação com os portadores de deficiência auditiva durante os atendimentos, e o Detran Rondônia está oferecendo o curso aos nossos servidores”, explicou o coronel Gonzaga.

A coordenadora de Qualidade (Cquali), Claudiene Dias da Silva, disse que o curso será dividido em duas turmas com 100 pessoas, cada. A primeira turma teve início nesta segunda-feira (14) e vai até o dia 19 deste mês, com carga horária de 30 horas-aulas ao vivo de forma remota, com duração de 1h30 por aula. O curso conta com material didático padronizado que irá contribuir com a aprendizagem dos colaboradores e garantir o direito dos cidadãos com deficiência auditiva, que se comunicam na Língua Brasileira de Sinais, garantindo atendimento nas unidades da autarquia de forma inclusiva e humanizada.

O curso será ministrado pela professora, Francenilda da Silva Alves Oliveira, formada em Português e Inglês, pela Faculdade Integrada de Ariquemes (Fiar), que possui em uma ampla experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa e Especialista em Libras pela Faculdade de Santo Agostinho (Fasa) de Minas Gerais. Atualmente a professora trabalha na Secretaria Municipal de Educação de Ariquemes (Semed) no cargo de professora de intérprete de Libras. Francenilda da Silva é uma referência no município na região do Vale do Jamari e especial à comunidade surda.