Surge nova versão sobre demissão de ex-secretário da SEMAD; Compra de mais de R$ 2 milhões de combustíveis

Surge nova versão sobre demissão de ex-secretário da SEMAD; Compra de mais de R$ 2 milhões de combustíveis

Porto Velho, RO – Na manhã desta terça-feira surgiu uma nova versão para demissão do ex-secretário da SEMAD Hélio Fabrício de Faria Lima é ligado ao vice-prefeito Edgar do Boi (PSDB), a compra de mais de R$ 2 milhões em combustível da empresa ARMANDO DE PAULA LOPES NETO EPP, a mesma que vendia a gestão do ex-prefeito Mauro Nazif (PSB).

Segundo as fontes o prefeito Hildon Chaves (PSDB) não teria gostado desta compra e foi pedir explicações ao secretário e começou o desentendimento entre os dois, e o prefeito exigiu que ele assinasse uma carta de demissão, mas o secretário mandou o prefeito fazer, pois ele não ia fazer.

A outra versão é que o a demissão é por problemas no Tribunal de Contas de quando o Hélio Fabrício de Faria Lima ocupou um cargo no DER/RO, mas oficialmente nenhuma das versões ainda veio à tona, pois nem o ex-secretário e nem o prefeito Hildon Chaves derem os motivos da exoneração.

PSDBxPSDC
Enquanto isso à administração do prefeito Hildon Chaves (PSDB) trava uma guerra de bastidores entre membros do PSDBxPSDC em busca de cargos e espaço de poder, segundo fontes do O OBSERVADOR a equipe de transição fez com a reforma administrativa fosse feita para “cacifar” o PSDC, o que teria irritado membros do PSDB que acabaram ficando fora da administração.

Com cargos de secretários estratégicos para o PSDC, agora o PSDB parte com tudo para recuperar seu espaço na administração que tem como chefe maior o seu ilustre filiado Hildon Chaves, que tem como padrinho político o presidente estadual do partido ex-senador Expedito Júnior (PSDB/RO).

CONFIRA OS EMPENHOS ABAIXO:

Comente esta Notícia