Tempestade Nate segue para Costa do Golfo dos EUA após deixar 25 mortos na América Central

EUA - Produtoras de petróleo e gás retiraram funcionários de plataformas offshore e os Estados norte-americanos do Alabama, Flórida e Mississippi declararam estado de emergência, conforme a tempestade tropical Nate seguia em direção à Costa do Golfo dos Estados Unidos nesta sexta-feira (6), após matar ao menos 25 pessoas na América Central.

A tempestade Nate deve se tornar um furacão de Categoria 1, a mais fraca na escala de cinco categorias usada por meteorologistas, no momento em que atingir a região central da Costa do Golfo dos EUA na noite de sábado ou no domingo.

A tempestade deve passar pela ponta da península de Yucatan, no México, lar de resorts como Cancun e Playa del Carmen, antes de seguir para o Golfo do México, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC), sediado em Miami.

A Nate soprava ventos máximos sustentados de 97 quilômetros por hora e estava a cerca de 123 quilômetros a leste da ilha mexicana de Cozumel na tarde desta sexta-feira, segundo o NHC.

Nos Estados Unidos, um estado de emergência foi declarado em 29 condados da Flórida e Estados próximos ao caminho da Nate – Alabama, Louisiana e Mississippi – assim como na cidade de Nova Orleans, devastada pelo furacão Katrina em 2005.

O prefeito de Nova Orleans, Mitch Landrieu, ordenou nesta sexta-feira uma retirada obrigatória de algumas áreas fora do sistema de represa da cidade, assim como um toque de recolher obrigatório conforme Nate se aproximava.