Tribunal de Contas de Rondônia divulga lista de gestores com contas irregulares; Nomes podem ficar fora das eleições 2018

Tribunal de Contas de Rondônia divulga lista de gestores com contas irregulares; Nomes podem ficar fora das eleições 2018

Porto Velho, RO - O Tribunal de Contas de Rondônia divulgou, nesta segunda-feira, a relação de responsáveis cujas contas foram reprovadas ou têm parecer prévio contrário à aprovação, em decisão transitada em julgado (que não cabe mais recurso no âmbito daquela Corte).

Na lista constam os nomes dos ex-prefeitos Roberto Sobrinho e Carlinhos Camurça, de Porto Velho; José Luiz Rover e Melki Donadon, de Vilhena; do senador licenciado Ivo Cassol e ainda do ex-secretário estadual de Saúde Williames Pimentel, num total de 2042 pessoas e empresas.

Todos os anos eleitorais a corte de contas divulga a lista para que o Ministério Público Eleitoral e partidos possam fazer impugnações de candidatos que disputam as eleições e para alertam os eleitores de como eles geriram o dinheiro público em cargos que já ocuparam.

No total, são 103 nomes, incluindo de pessoas que já morreram. Entre os vivos, alguns nomes se repetem mais de uma vez, como o de Roberto Sobrinho e Carlinhos Camurça.

Outros são campeões de contas irregulares, como o ex-secretário adjunto de Educação Jucélis de Freitas Alves e a ex-secretária estadual de Educação Sandra Marques.

Também constam nomes de vários condenados à prisão: Natan e Marcos Donadon; Natanael José da Silva, Carlão de Oliveira e a notória ex-deputada estadual Helen Ruth.

A lista, que está disponível para toda a sociedade, é utilizada pela Justiça Eleitoral e pelo Ministério Público Eleitoral para avaliação de possível inelegibilidade. A relação é atualizada diariamente, tendo em vista novas decisões da Corte de Contas ou então decisões judiciais.

CLIQUE AQUI E CONFIRA LISTA COMPLETA.