Trump: Secretário de Justiça deveria parar investigação sobre a Rússia

Trump: Secretário de Justiça deveria parar investigação sobre a Rússia

O presidente americano, Donald Trump, disse que o secretário da Justiça dos Estados Unidos, Jeff Sessions, deveria parar as investigações sobre a interferência russa nas eleições americanas, conduzidas pelo procurador Robert Mueller.

Ele escreveu nas redes sociais nesta quarta-feira (1º) que Sessions "deveria parar essa caça às bruxas manipuladas agora mesmo, antes que manche o país ainda mais." Disse ainda que Mueller "está totalmente em conflito" e que o conluio russo no pleito não é verdade.

Críticas às investigações por parte de Trump são recorrentes, mas é a primeira vez que ele diz que o secretário deveria dar um fim à apuração. Ele já está na mira de autoridades por suspeita de obstrução de Justiça: Mueller está examinando seus tuítes contra Sessions e James Comey, ex-diretor do FBI, conforme o jornal The New York Times revelou na última semana.

A mensagem na rede social foi publicada no segundo dia do julgamento de Paul Manafort, ex-chefe de campanha de Trump acusado de crimes financeiros. O processo é resultado das investigações de Mueller sobre a campanha à presidência de 2016.

Para tentar se afastar da polêmica, o presidente afirmou, que Manafort trabalhou por pouco tempo em sua campanha e que o governo deveria tê-lo avisado que o republicano estava sob investigação.

Durante a cúpula com Vladimir Putin em Helsinque, na Finlândia, Trump afirmou que as investigações do FBI sobre a intromissão russa nas eleições "são um desastre para o país". Depois, voltou atrás e reconheceu a atuação do país no pleito.