Câmara prepara parecer sobre suspeita de que edital do 5G permita o governo a furar teto de gastos

Câmara prepara parecer sobre suspeita de que edital do 5G permita o governo a furar teto de gastos

Porto Velho, RO - A consultoria legislativa da Câmara dos Deputados está elaborando um parecer em resposta as suspeitas de técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) de que o edital para a implantação da tecnologia 5G no Brasil abre espaço para que o governo possa furar o teto de gastos. 

 

Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o TCU encaminhou um documento ao Ministério da Economia informando que os termos da licitação contidos no edital permitem investimentos não previstos da ordem de R$ 2,5 bilhões. 

 

O valor estaria relacionado às contrapartidas de empresas do setor de tecnologia e telefonia para a criação de uma rede privativa de uso do governo. O parecer foi solicitado pelo presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Aliel Machado (PSB-PR), em uma tentativa de se antecipar a possíveis questionamentos que possam resultar em atrasos na licitação.