Jovem monitorado por tornozeleira eletrônica é executado na frente de sua casa em Candeias do Jamari

Jovem monitorado por tornozeleira eletrônica é executado na frente de sua casa em Candeias do Jamari

Porto Velho, RO - Um apenado monitorado por tornozeleira eletrônica identificado como Alanderson Martins de Souza, 23 anos, foi executado com dois tiros durante o início da madrugada deste domingo (28), ao ser alvejado com dois tiros na frente de sua residência localizada na rua Amapá no bairro Santa Letícia no município de Candeias do Jamari, distante a 20 quilômetros da capital Porto Velho.

De acordo com informações de uma testemunha, ele estava passando pela rua quando a vítima saiu e pediu seu telefone emprestado para fazer uma ligação, quando em determinado momento três elementos em duas bicicletas apareceram e já chegaram efetuando tiros contra a vítima que saiu correndo e caiu dentro do quintal da casa já sem vida e os criminosos fugiram do local tomando rumo ignorado.

A polícia Militar foi acionada e ao chegar no local se deparou com o corpo da vítima e isolaram o local e solicitaram a perícia criminal e o rabecão para fazer os trabalhos necessários. Durante a perícia foi constato duas perfurações sendo uma em cada ombro e que o mesmo estava portando tornozeleira eletrônica é após o término da perícia o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal na capital.

A irmã da vítima contou que seu irmão havia saído da cadeias tinha quatro dias e que ele pertencia a facção criminosa primeiro comando do Panda (PCP) e quem havia lhe matado seria membros do Comando Vermelho (CV), que já estavam lhe ameaçando de morte. O caso agora passa a ser investigado pela polícia civil daquele município.