Levantamento de ONG mostra que Polícia Civil de Rondônia é uma das quatro melhores em solução de homicídios

Levantamento de ONG mostra que Polícia Civil de Rondônia é uma das quatro melhores em solução de homicídios

Rondônia está em quarto lugar no ranking dos estados brasileiros que mais solucionaram crimes de homicídio com 74% de resolução

Porto Velho, RO - Levantamento feito pelo Instituto Sou da Paz aponta que Rondônia é o quarto estado brasileiro no ranking dos que mais solucionaram crimes de homicídio com 74% de resolução. A conquista foi possível por conta dos investimentos feito pelo Governo Estadual na Polícia Civil.

Segundo a pesquisa, o líder é o estado Mato Grosso do Sul (89%), seguido por Santa Catarina (83%), Distrito Federal (81%) e Rondônia (74%). Só esses quatro estados aparecem com alta eficácia de esclarecimento. Outros oito são classificados como média eficácia – entre 66% e 33% de esclarecimento -, enquanto outros cinco estão abaixo de 33%, posição considerada de baixa eficácia.

A pesquisa leva em consideração assassinatos cometidos em 2018 (ano em que foram registrados mais de 48 mil homicídios dolosos) que tenham sido resolvidos com apresentação de denúncia no mesmo ano ou até o fim de 2019.

Segundo a delegada adjunta da Delegacia Especializada em Crimes Contra Vida (homicídios), Leisaloma Carvalho, o mérito é de todos os delegados e servidores lotados na homicídios. “Todos os servidores e delegados estão totalmente capacitados para trabalhar nesses tipos de crimes. É feito um sobreaviso na delegacia, existe uma escala de trabalho, eles não trabalham apenas no horário de expediente, é um trabalho é ininterrupto! ”.

A delegacia não fecha, os servidores e delegados ficam 24 horas trabalhando, ou seja, acontece um homicídio, independentemente de ser horário de expediente ou não, tem uma equipe que vai ao local averiguar os fatos, seja 14h  ou 4h. “Depois disso são feitos todos os segmentos necessários, as primeiras 72 horas que são cruciais para a resolução de homicídio”, enfatiza a delegada.

Uma das ações que também ajudou Rondônia a conquistar a quarta colocação na resolução de crimes de homicídio é a manutenção da mesma equipe que vai ao local do crime dar segmento à investigação, ou seja, acompanha do início ao fim da investigação.

Ainda, os inquéritos nunca ficam parados. A Delegacia de Homicídios dá celeridade em todos os processos, eles não ficam com demandas reprimidas ou atrasadas. “O processo chega, já é instaurado, é feito portaria. Os policiais também estão sempre no campo, então assim consegue mais rápido possível se elucidar um crime”, destaca Leisaloma.

Para o delegado geral da Polícia Civil, Samir Fouad Abboud, a missão da Polícia Civil é dar resposta rápida aos familiares e à sociedade nos crimes contra a vida. “Temos indicadores de solução de homicídios que nos aproximam ao de países desenvolvidos. Isso se deve ao material humano, nossos policiais não têm dia nem hora para trabalhar. ”

A Secretaria Estadual de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) está investindo em todas as forças de segurança pública do Estado de Rondônia. Recentemente, a Sesdec destinou um drone que será usado no planejamento e acompanhamento das operações da Polícia Civil. “Esses equipamentos são os melhores, e esse investimento servirá para poupar as vidas dos nossos policiais, evitando exposições desnecessárias”, disse José Hélio Cysneiros Pachá, secretário da Sesdec.