Mão de obra apenada é utilizada em reforma e manutenção de instalações do Hospital João Paulo II

Mão de obra apenada é utilizada em reforma e manutenção de instalações do Hospital João Paulo II

Porto Velho, RO - O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), está reformando o Hospital João Paulo II através de mão de obra  reeducanda. Os insumos para a reforma foram custeados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e o acompanhamento técnico foi realizado pela Coordenadoria de Infraestrutura (Coinf) da Sejus. As tratativas para a realização da reforma foram iniciadas na segunda-feira (5) e os serviços foram concluídos na quinta-feira (9).

 

A reforma foi uma determinação do governador Marcos Rocha, que interviu e demandou a missão para a Sejus. “A demanda foi prontamente repassada para a Coinf e pra Gerência regional de Porto Velho, para que fosse executada com breviedade”, explica Marcus Rito.

 

Foram realizados serviços de demolição e elevação de alvenaria, reboco e pintura de parede, instalação de portas, remoção de pontos hidráulicos e sanitários e limpeza geral da sala de Raio-X. No total, quatro reeducandos que recebem uma bolsa auxílio e os benefícios da remissão de pena foram responsáveis pela reforma. A cada três dias trabalhados, um é remido.

 

“A Sejus não mede esforços para que cada vez mais aconteçam ações como esta. Primamos para que estes trabalhos sejam executados com toda qualidade e rapidez. O uso da mão de obra reeducanda é importante para toda a sociedade visto que proporciona também a ressocialização social”, finaliza o secretário.